O Confessor


Mesmo os não-fãs de livros policiais, provavelmente devorariam este livro, porque Daniel Silva escreve bem, muito bem mesmo (com um cheirinho a Graham Greene) e consegue manter o suspense do princípio ao fim, mas não é só isso!
Na nota de autor, diz-nos: “O Confessor é uma obra de ficção. Os cardeais e clérigos, espiões e assassinos, polícias secretos e sociedades secretas da Igreja retratados neste romance são fruto da imaginação do autor ou foram usados ficcionalmente. Qualquer semelhança com qualquer pessoa, viva ou morta, é inteiramente uma coincidência.”
Lamentavelmente é uma obra de ficção!
E porquê lamentavelmente? Porque a acção desenvolve-se à volta dos segredos do Vaticano, das sociedades secretas ligadas à Cúria Romana... só que o Papa eleito após “o polaco”, é um Papa com a determinação e a coragem necessárias para acabar com os secretismos e as máfias dentro do Vaticano e ainda a humildade de reconhecer publicamente, a tortuosa participação da Igreja com a Alemanha nazi, durante a II Gerra Mundial.
Uma trama envolvente com espiões, assassinos profissionais, padres e cardeais, uns quantos mortos, a inevitável eficiência da Mossad e milagre dos milagres, um Papa de mãos e ideias limpas... ficção claro!
Um bom livro para levar para férias.
_________
Daniel Silva
O Confessor
Bertrand Editorial,
16.95€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.