Um tango pela Argentina


Há géneros musicais que identificam um país, uma região ou uma cidade, e se lhe colam de forma indelével. É assim com o fado português, o samba brasileiro… e o tango argentino, ou mais concretamente de Buenos Aires.“Tango”, da argentina Elsa Osorio, é um desses romances que explora de forma competente o casamento da música com a sua cidade, juntando-lhe todos os ingredientes necessários ao sucesso: amores e desamores, riqueza e pobreza, sorte e azar, felicidade e infortúnio – em doses equilibradas, com talento e alguma imaginação. Sempre com o tango em fundo.Por “Tango” passa não só a história de duas famílias – com tudo o que as une e separa – mas especialmente a história do tango e a sua influência na sociedade argentina, num retrato de contrastes entre o tradicionalismo e as reivindicações operárias, o conservadorismo e a democratização social. Num estilo narrativo que foge à tradição, Elsa Osorio explora o recurso a múltiplas vozes e cadências, onde não falta, até, um certo realismo mágico latino-americano, presente num narrador assumido como as almas dos familiares mortos que vão não só relatando o passado e a sua intervenção nele, mas também comentando as acções e atitudes dos vivos.Nascida em Buenos Aires em 1952, Elsa Osorio foi já galardoada na Argentina com vários prémios, entre os quais o de Jornalismo de Humor e o Prémio Nacional de Literatura por “Há Vinte Anos, Luz”, romance já editado em Portugal e que está a ser adaptado ao cinema.
__________
Elsa Osorio
Tango
Edições Asa, 20€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.