Pedro Afonso | O Inimputável


1-O que representa, no contexto da sua obra, o livro «O Inimputável»?
R- A procura quase obsessiva do Homem ao longo da história pelo controlo da mente humana é um assunto que me fascina já há algum tempo. Pensei em abordar o tema de uma forma que pudesse suscitar o interesse da maioria das pessoas. A história surgiu e acabei por escrever um thriller, embora tivesse a preocupação de colocar algum cuidado nas descrições das alterações psicopatológicas das personagens. Neste contexto, este livro é bastante diferente dos anteriores. Através da elaboração de um enredo policial e de suspence, recorrendo à descrição de algumas experiências psicóticas, procurei criar uma história em que a ficção parece misturar-se com a realidade. Por outras palavras, procurei responder às perguntas: E se alguém me quisesse controlar a mente, como o faria? E o que é que eu sentiria?

2-Qual a ideia que esteve na origem do livro?
R- O livro de ficção «O Inimputável» acaba por traduzir um trabalho pessoal de investigação sobre o envolvimento da psiquiatria na tentativa de controlo da mente humana levada a cabo pelos serviços secretos norte-americanos, logo após a segunda guerra mundial, e que se prolongou por cerca de duas décadas. Neste sinistro objectivo, documentos secretos desclassificados comprovam que foram envolvidos mais de oitenta instituições e centenas de médicos, entre os quais ilustres psiquiatras. Presentemente, através da luta contra o terrorismo, e com as notícias sobre os voos secretos da CIA envolvendo prisioneiros, ressurgiu um novo interesse sobre o tema. Deste modo, é provável que a medicina, mais concretamente a psiquiatria, esteja novamente a colaborar com vários serviços secretos no propósito de obter informações junto de suspeitos de pertencerem a redes de terrorismo, recorrendo-se ilicitamente ao conhecimento científico e violando regras de ética médica. Num certo sentido, este também é um livro de protesto contra o uso da medicina para fins militares ou políticos.

3-Pensando no futuro: o que está a escrever neste momento?
R- Actualmente estou dedicado a escrever alguns trabalhos científicos sobre o sono e a esquizofrenia. Apesar disso, de vez em quando, escrevo alguns artigos de opinião para o jornal Público. Felizmente, na minha área (psiquiatria) o que não faltam são temas interessantes…
__________
Pedro Afonso
O Inimputável
Sopa de Letras, 15,95€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.