Saber Amar


As mulheres quererão lê-lo, pois já terão uma maior tendência para esquadrinhar as emoções que sentem, neste caso o amor.
Os homens apreciarão sobretudo a diferenciação organizada, dita racionalizada, dos três tipos de amor, aos quais poderemos até chamar de “ingredientes mágicos”:
Eros – o amor desejo, tantas vezes encontrado nas faíscas iniciais dos relacionamentos amorosos, mas que invariavelmente vai diminuindo de intensidade ao longo dos anos de relação;
Philia – o amor amizade, que necessita de reciprocidade e que se ilustra no querer estar juntos, querer rir e fazer actividades conjunto, que se espera vá aumentando com o tempo de relação e que, não querendo substituir-se ao primeiro, acaba por compensar a sua eventual diminuição;
Ágape – o amor compaixão, o estar para o outro a partir da ternura, talvez mais difícil de conquistar, mas que acaba por, juntamente com os outros dois, formar uma relação completa, dinâmica e feliz.
Walter Riso, psicólogo e terapeuta, utiliza neste seu livro um discurso muitíssimo interessante, baseando-se em tantas outras obras (ex. A Arte do amor, de Erich Fromm), investigações académicas e casos reais da sua experiência como terapeuta de casais.
A ler por todos os casais, a ler por todos os que querem formar um casal, a ler por todos os que querem saber mais sobre o amor.
_______________________
Walter Riso
Saber Amar
Lua de Papel

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.