A Última Ceia




Só o nome mediatiza o livro. Mas creio que não seria necessário. “ A Última Ceia” é um espectacular romance de Pawel Huelle (autor de “Mercedes-Benz” ao qual já aqui fizemos referência) que nos retrata a história de um grupo de amigos que aceitou deixar-se fotografar por um deles com o intuito deste acabar por pintar um quadro intitulado precisamente “A Última Ceia”. Como não poderia deixar de ser, a obra, que o autor prefere chamar crónicas (são no total oito), aborda passagens da vida de cinco dos doze homens que aceitaram sentar-se à mesa. Marcado claramente por vivência e existências na Polónia, terra natal do autor, a obra evoca acontecimentos que marcaram a época de Cristo, a queda de Constantinopla e o avanço do Império Otomano. Tal como lembra Teresa Fernandes Swiatkiewicz, autora do texto introdutório sobre a edição portuguesa: “a construção da obra pode ser descrita como um xadrez de histórias. De espaços e de tempos que se cruzam, acerca do papel da Polónia na Cristandade”. Recomendo primeiro a leitura de “Mercedes-Benz” e depois “A Última Ceia”. Há uma clara ligação temporal, se tivermos em linha de conta que este romance acaba também por abordar a transição para a democracia capitalista. “A Última Ceia” foi publicado em Portugal pela mão da Sopa de Letras.

__________
Pawel Huelle
A Última Ceia
Sopa de Letras, 11,20 €

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.