O Abraço de Némesis



Para quem gosta mesmo muito de suspense, recomenda-se vivamente “O Abraço de Némesis”. A obra prende o leitor da primeira à última linha. Este policial da antiguidade romana, original, insólito e de grande qualidade literária, é, sem dúvida, uma obra de grande rigor histórico. E facilmente se chega a esta conclusão se for tida em linha de conta a forma como o autor retrata as personagens, adjectiva espaços e lugares e desenha gestos, comportamentos e atitudes vivenciadas nessa época. Aliás, o detalhe minucioso da descrição foi uma das coisas que me atraiu neste livro. Quase que me atreveria a dizer que Steven Saylor visitou e Casa do Ramalhete de Eça ou viajou com Cesário Verde pelo seu “Bairro Moderno”.
O livro remete-nos para investigações levadas a cabo por Gordiano, o protagonista de toda a acção. Depois de contratado com muitas moedas de prata por cada um dos dias de trabalho, o investigador romano pretende, à lupa da época, desvendar um misterioso crime ocorrido a sul de Roma. No entanto, este detective tem agora um trabalho embaraçoso e nunca antes realizado: o de desvendar um crime num tempo recorde de cinco dias. A contagem decrescente dá-se quando o milionário Marco Crasso descobre que, associados à morte de um dos seus capatazes, poderão estar dois escravos. A decisão foi tomada. Caso não se descubra os culpados, serão severamente punidos dezenas de outros escravos, reféns do poder dos ricos sobre os pobres, da poderosa riqueza sobre a miséria e a desgraça.
Esta história penosa, de conduta amoral e injusta, tem como cenário clássico a célebre revolta de milhares de escravos sobre o Império Romano, capitaneada pelo famoso gladiador Spartacus. Recomenda-se!

__________
Steven Saylor
O Abraço de Némesis
Bertrand Editora, 19,95 €

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.