A Adúltera - O mais Próximo que Estará de Cometer Adultério sem o Tornar Real

Não sei se é “O mais Próximo que Estará de Cometer Adultério sem o Tornar Real”, mas deve andar lá perto... pelo menos para o imaginário feminino. Um livro light, centrado nos dramas tediosos da classe média inglesa. Escrito para meninas, sobre meninas, muito cor de rosa, muito romântico, cheio de roupinhas de marca, de idas às compras, muita conversa “porca” com as amigas, muita cumplicidadezinha, uns quantos casamentos, umas festas, os dramas da celulite e dos trintas e entretanto bute lá comer uns gajos, antes que eles nos comam a nós. E claro, uns copos! Muitos! Sempre! Porque todas estas cândidas meninas e respectivos maridos, acompanhantes e amigos bebem como heróis! Fazem evaporar quantidades magistrais de alcoól, das mais variadas espécies. Impressionante!Seria até de aprofundar e descobrir quantas garrafas exactamente despejam estas britânicas criaturas de ficção, ao longo das páginas de “A Adúltera”. Mas sim, escrito com o laser feminino da febre hormonal até ao detalhe. Um livro para quem estiver a precisar de se saciar de cusquices “calientes”.
__________
Adele Parks
A Adúltera - O mais Próximo que Estará de Cometer Adultério sem o Tornar Real
Millbooks, 17€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.