Homens Al Dente



Sempre que falamos de Itália, lembramo-nos de Roma e do seu majestoso e semi-recuperado Coliseu; do Vaticano e a sua monumental Basílica de São Pedro com o Papa, vestido de branco, lá bem no alto; recordamos os fabulosos canais de Veneza; a inclinada Torre de Pisa, que à noite, iluminada, ainda é mais bonita, mas lembramo-nos também das fabulosas pizzas e das longuíssimas massas de mil cores, cheias de sabor e condimentos. E é nesta última, as massas, que tudo gira e roda como um comboio de corda que se chama coração, já dizia o meu (nosso) Pessoa. Aliás, foi preciso visitar o país para saber que, além das pizzarias, existiam também as spagueterias. Aqui os clientes podem encher a barriguinha, mas só com massinhas. As tais massinhas que enleiam toda a história do livro.
Nesta obra, Gaby Hauptmann apresenta-nos mais um romance que, tal como muitos outros que já escreveu, vai certamente transformar-se num best-seller, traduzido em várias línguas e até adaptado ao cinema. Tem todos os condimentos para que isso possa acontecer.
A escritora alemã, que também é jornalista, serve ao cliente uma saborosa narrativa de amor entre a Niki (também ela de origem alemã) e o Marco (curiosamente, o primeiro nome do célebre marinheiro e explorador italiano).
Nesta obra, encontramos o Marco, que não é Polo, por isso, não está muito virado para as viagens marítimas. Com 24 anos, prefere dedicar-se a gerir o seu negócio em terra. Este Marco é um milionário das massas. Vive para os lados de Milão. Além disso, é bonito e sedutor. A fortuna, herdou-a de uma dinastia de fabricantes de diversos tipos de spaghetti (diminutivo de spago que quer dizer corda em italiano).
Além do seu negócio, que lhe dá algumas dores de cabeça, nem que seja para perpetuar, no tempo e nos genes, esta sua herança familiar, ele tem agora de saber gerir o amor que algumas mulheres sentem por ele. Ou ele por elas!? No seu caminho, até aqui calmo e pacífico, começa por cruzar-se a Niki. A tenra jovem de 20 anitos, que resolveu ir de férias para Itália e tirar, com grande êxito e sucesso, um curso de inglês. Conta a autora que o empenho da jovem no curso de línguas já a “faz sonhar em Inglês”. Niki conhece o Marco e a sua riqueza. Às suas mãos, inesperadamente, caíra um homem atraente que conduzia um Rolls-Royce e bebia Cabernet Sauvignon. Os dos jovens são os grandes protagonistas da história. Mas no seu caminho está a mãe de Niki, também ela muito atraente e uma célebre condessa, que lhe é imposta pela mãe do Marco. Escusado será dizer que o jovem anda com a cabeça às voltas e completamente baralhado.
Neste romance não encontramos o habitual triângulo amoroso, tão característico das obras do século XVIII e XIX, mas um quadrado romântico. A narrativa é construída toda ela num discurso indirecto livre, com uma boa predominância de gordos diálogos. O estilo, muito ousado, dá vitalidade à leitura e torna até o leitor um empolgante e galopante devorador de páginas para conhecer o desfecho da história. Da autoria de “Mulher procura homem impotente para relacionamento sério” ou “Mentiras na Cama”, esta obra é requintada, romântica e até picante. Leiam!

__________
Gaby Hauptmann
Homens Al Dente
Bertrand Editora, 13,95 €

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.