Para salvar o Planeta

Com a cimeira de Copenhaga à porta, vale a pena ouvir o que os investigadores têm a dizer sobre o aquecimento global. Muito se tem dito e escrito sobre o tema e só não está informado quem não quer, tal é o volume de informação disponível nos mais variados suportes.
Portugal não fugiu à regra e entre as muitas obras publicadas, de autores estrangeiros ou nacionais, refira-se o didáctico “Como Arrefecer o Planeta”, de João Lin Yun, professor associado no Departamento de Física da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e investigador na área da Astronomia e Astrofísica (em que é doutorado pela Universidade de Boston).
Em menos de centena e meia de páginas, João Lin Yun dá ao leitor as informações necessárias para compreender as razões do aquecimento global – e com uma clareza espantosa, provando que a ciência não tem de ser enfadonha nem incompreensível.
Depois de introduzir o problema das alterações climáticas (“a maior ameaça ao futuro da humanidade”), nos capítulos seguintes o autor desenvolve o tema com informação sobre o equilíbrio do planeta, aquecimento e arrefecimento (naturais) da Terra, efeito estufa ou fontes de carbono e respectivo mercado.
Em capítulos com títulos sugestivos como “As soluções”, João Lin Yun faz uma breve exposição sobre os vários tipos de energias renováveis, terminando ironicamente com a pergunta: “Afinal, como se arrefece o planeta?” A resposta é uma verdade de La Palisse: «A Terra tem uma única forma de arrefecer, a saída de energia para o Espaço, na forma de radiação infravermelha. Arrefece como um ferro eléctrico desligado (colocado no vácuo). Por isso, para arrefecer a Terra, temos de deixá-la arrefecer, não tapando as saídas de radiação infravermelha com as nossas emissões de gases com efeito estufa.»
Mas o mais interessante de todo o livro talvez seja a enumeração dos riscos para Portugal das mudanças climáticas, salientando-se, entre elas, as secas prolongadas alternadas com inundações severas, a deterioração da qualidade da água, a desertificação do Alentejo e o aparecimento de mais insectos e de doenças tropicais.
Prosseguindo o seu cunho absolutamente didáctico, o livro deixa vários exemplos práticos que estão ao alcance do cidadão comum e que podem contribuir para o arrefecimento global. O planeta agradece.
__________
João Lin Yun
Como Arrefecer o Planeta
Editorial Presença, 12,50€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.