Impostores no mundo da arte

Sobre Harold Robbins pouco se pode dizer que os leitores não saibam já, ou não se tratasse do autor de “best-sellers” como “O Calor da Paixão” e de mais uma vintena de livros que venderam milhões de exemplares.
O seu estilo inconfundível de “thrillers eróticos”, que têm por cenário locais exóticos e personagens carismáticas, não perdeu fulgor com o “dedo” de Junius Podrug, o escritor escolhido pela Fundação Robbins para terminar o trabalho que Harold deixou inacabado ao falecer, em 1997, e dar vida às suas ideias.
“Os Impostores”, recentemente publicado é, pois, mais um livro assinado pela dupla e vem na senda de “Os Saqueadores”, continuando a saga de Madison Dupre, a ex-curadora de um pequeno museu caída em desgraça no selecto mundo da arte.
A outrora distinta Madison está agora numa situação económica complicada e só sonha com uma oportunidade que lhe possibilite recuperar o prestígio profissional… e o estilo de vida inerente, dos cartões de crédito ao apartamento.
Por isso, quando uma peça de arte de um templo do Camboja lhe vai parar às mãos não hesita em partir para aquele país, aceitando o convite do estranho príncipe responsável pela preservação das antiguidades de arte Khmer, que estão a desaparecer a uma velocidade estonteante… e a aparecer à venda em leilões no outro lado do mundo.
Ao longo de mais de três centenas de páginas, a especialista em arte terá de ultrapassar a resistência – ou resistir – ao mais diverso tipo de gente, do atraente caçador de minas anti-pessoais ao repugnante comerciante de obras de arte.
Um livro que se lê de um fôlego e proporciona, sem dúvida, umas horas de verdadeiro prazer.
----------------
Harold Robbins e Junius Podrug
Os Impostores
Publicações Europa-Amrérica, 20,90€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.