Ninguém é quem parece

Achas que conheces a tua mulher? Os teus amigos? As pessoas que te rodeiam? Achas que a tua vida foi decidida por ti? Que conheces o que se passa à tua volta? O Dr. Jonathan Ransom achava que sim. “As regras do fingimento” não é o típico livro de espionagem em que já estamos à espera do próximo acontecimento.
Quando a mulher de Ransom morre num acidente de alpinismo a vida deste desmorona-se – e não apenas pela perda do amor da sua vida, mas também (e principalmente) pela perda da vida que conhecia. Este é o momento que marca a viragem, em que Ransom começa realmente a conhecer a sua mulher, os amigos e os eventos que marcaram a sua vida.
Bem-vindos ao mundo da espionagem, onde Jonathan Ransom, reputado alpinista e cirurgião dos médicos sem fronteiras, persegue a verdade, acabando por descobrir os negócios da mais secreta das organizações norte-americanas: a divisão.
Ransom, então já como fugitivo, “mete o bedelho” no mundo dos espiões, de armas de alta tecnologia, do terrorismo global e da conspiração mundial. Ninguém sai impune: banqueiros suíços, agentes da CIA, agentes do FBI, extremistas (sejam eles islâmicos ou não), membros de diferentes governos. Todos os países estão envolvidos, principalmente os EUA mesmo quando a acção decorre no coração da Europa, na Suíça.
Christopher Reich é um conceituado escritor norte-americano de livros de espionagem, tendo ganho o International Thriller Writers Awards for Best Novel em 2006.
“As regras do fingimento” é o primeiro livro do autor editado em Portugal, apesar dos inúmeros best-sellers que já publicou. Em Maio de 2010 foi publicado outro livro do autor em Portugal, “Regras de vingança”, também pela Bertrand.
_____________________
Christopher Reich
As regras do fingimento
Bertrand Editora, 20,09€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.