O limite da juventude

Quando é que passamos verdadeiramente a linha que separa a juventude da maioridade? Muitos homens e mulheres chegam mesmo a perder-se por já não se conseguirem identificar consigo mesmos, aquando da passagem para a fase adulta das suas vidas; e, nesta obra há deveras algo mais que uma pequena peça e de uma leitura cujo propósito é entreter e confundir.
É um livro que, para ser apreciado, não depende da idade física de cada um, mas psicológica, pois não se trata de um bloco de páginas superficiais. Uma leitura desatenta levará mesmo a uma interpretação da área do sobrenatural que o próprio autor nem desejou.
Surgem sucessivas interrogações á medida que se avança com a leitura, tais como: porque é que um jovem, sem razão aparente para se tornar capitão, é eleito para o efeito? Porque é que o capitão anterior ao navio a que ficou destacado levou os seus últimos dias de formação inconclusiva? Porque é que não consegue fazer com que o navio ultrapasse a coordenada onde o outro Ex-capitão faleceu? Será um fantasma? Será do clima que desproporciona condições para navegar?
Todas estas interrogações surgem á medida que se observa um desenvolvimento no interior do personagem principal, quando este deixa de ser jovem. Tudo isto explorado de uma forma acessível a uma grande maioria dos leitores, e ao contrário de grandes títulos envoltos em inúmeras páginas, o autor consegue em poucas palavras e de forma directa expor grandes mensagens.
Ajudará em última análise a repensar ideias e a crescer como ser humano.
_________________
Joseph Conrad
O Limiar da Sombra
Publicações Europa-América, 9,65€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.