Vidas sem rumo

Tal como o nome indica em francês, estamos perante um livro que nos fala sobre um “mundo”, onde a vida está repleta de movimento, de sons e de cores que se misturam, que se tocam, sem nunca permanecerem juntos.
O leitor poderia pensar que houve um engano e que o título não se enquadra no enredo, mas, ao ler este romance, rapidamente, vai compreender o que o motivou e originou.
Vai, também, observar relatos de alguns homens e mulheres cujas vidas estão repletas de confusões e desilusões. Descrições minuciosas sobre cicatrizes e segredos de vidas… ( o que várias pessoas pensaram, sentiram, o que os levou a cometer actos, até mesmo loucuras). Félix Romeo transporta-nos para um submundo onde a escuridão, a raiva, o ódio, o rancor e a paixão são como danças, sons e ritmos que estão cravadas em corpos que estão desorientados, confusos e sós.
Vidas que outra hora foram felizes, que até chegaram a tocar (muito ao de leve) na “ fama”, vidas cheias de esperança, em oposição a vidas que carregam em si, cicatrizes de uma guerra que nunca quiseram combater, vidas que foram abaladas por decisões e atitudes desumanas e que carregam sobre si infortúnios e solidão.
Discothèque, trata-se um livro que levará o leitor a dançar e mergulhar em diferentes épocas, vidas e mentalidades, com relatos de homens e mulheres que lutaram por uma vida melhor, por um mundo diferente e que em muitos casos apenas receberam da sociedade a podridão, o egoísmo e a indiferença.
_______________________
Félis Romeo
Discothèque
Edição, Minotauro, 18€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.