A arte de contar histórias


Os contos são, por vezes, considerados um género menor no contexto da ficção. Nada mais errado. A arte de contar, se bem conseguida, gera momentos de intenso prazer na leitura. Além disso, nos dias agitados e muito ocupados em que hoje vivemos, o conto não obriga a uma continuidade de leitura ao longo de 200 ou 300 páginas. Uma boa história não se mede em número de caracteres. Mede-se no enredo, nas personagens, no inesperado de um desfecho.
Talvez por não ser tão comercial, o conto nem sempre tem sido bem acolhido nas editoras. No entanto, uma feliz coincidência proporciona um interessante conjunto de novos livros de contos que devem merecer uma atenção cuidada e uma leitura atenta.
Aqui ficam, então, sete sugestões.
A primeira (Liberdade) é uma antologia editada para assinalar os 40 anos da Declaração Universal dos Direitos do Homem com histórias de um conjunto muito diversificado de autores: de Nadine Gordimer a Paulo Coelho. Um ponto importante, esta edição inclui um donativo para a Aministia Internacional
No ano do seu centenário, Alves Redol vê reeditada a sua obra. Um dos seus livros de contos (Nasci com Passaporte de Turista) pode ser uma excelente porta de entrada ao universos deste importante escritor do nosso século XX.
Ainda em língua portuguesa, a reedição dos Contos de Florbela Espanca. Embora muito mais conhecida pela sua poesia, a autora é também uma excelente contista.
De Richard Yates, surgem onze histórias com um denominador comum: a solidão. Contos do consagrado autor de Revolutionary Road que, nesta obra, parte de situações do quotidiano de personagens (quase) anónimos e não pára de nos surpreender.
Ali Smith não seria, provavelmente, muito conhecida em Portugal. Mas, de uma só vez, são editadas duas colectâneas dos seus contos. Uma autora a descobrir e a seguir com toda atenção.
Finalmente, John Cheever com a Sextante a continuar a apresentar-nos a sua obra contista. Depois dos dois volumes de Contos Completos, podemos agora descobrir Fall River e Outros Contos Dispersos. Para os seus leitores habituais. E, claro, para outros amantes da arte do conto que, por distracção, ainda não tenham tido oportunidade de ler este interessante autor.
__________

AAVV, Liberdade
Editorial Presença, 24,50€
Alves Redol, Nasci com Passaporte de Turista
Editorial Caminho, 12,90€
Florbela Espanca, Contos
Editorial Presença, 13,50
Ali Smith, A Primeira Pessoa
Quetzal, 16,90€
Ali Smith, Amor Livre e Outras Histórias
Quetzal, 14,50€
Richard Yates, Onze Tipos de Solidão
Quetzal, 17,90€
John Cheever, Fall River e Outros Contos Dispersos
Sextante, 15€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.