Um thriller empolgante com a Maçonaria como pano de fundo


A Maçonaria, e sobretudo a sua influência nas sociedades de diversos países, é um assunto recorrente e tema de toda a espécie de escritos, de artigos em jornais a livros de investigação. O seu carácter secreto, bem como a série de símbolos e rituais a ela associados, têm alimentado especulações e juízos na opinião pública – mas, essencialmente, uma enorme curiosidade.
Vem isto a propósito de um livro recentemente publicado em Portugal: “O Ritual da Sombra”, dos franceses Eric Giacometti e Jacques Ravenne. Trata-se de um romance, mais especificamente um “thriller”, embora tenha na sua origem uma investigação jornalística e o profundo conhecimento dos meandros da Maçonaria – ou não fossem os seus autores um jornalista e um mestre mação.
De facto, o jornalista Eric Giacometti investigou a Maçonaria no final da década de 1990, no âmbito das questões sobre a Côte d’Azur, e Jacques Ravenne (pseudónimo) é um mação com o grau de mestre no rito francês.
Amigos de longa data, iniciaram a sua colaboração literária em 2005, precisamente com “O Ritual da Sombra”, o primeiro de uma série – que conta já cinco obras – dedicada às investigações do comissário de polícia e mação Antoine Marcas. O livro está a ser adaptado ao cinema.
Nesta primeira aventura de Antoine Marcas, o leitor é iniciado nos meandros da Maçonaria, recuando às suas origens e ao conflito que a opõe à sua rival de sempre, a Sociedade Thule, passando pela perseguição dos nazis na II Guerra Mundial.
Num “thriller” cheio de suspense, Marcas é encarregado oficiosamente de descobrir por que razão foi assassinada uma arquivista do Grande Oriente durante uma festa na embaixada francesa em Roma. A violenta morte da jovem, cumprindo um ritual que evoca a morte o fundador da Maçonaria, não deixa margens para dúvidas. Tanto mais que ela deveria seguir viagem para Jerusalém para se encontrar com um arqueólogo que aparece morto precisamente da mesma forma.
Nesta trama que junta aos mações árabes, assassinos cruéis e uma nova estipe de defensores da pureza da raça, Marcas tem como parceira de investigação a bela e sensual Jade Zewinski, responsável pela segurança na embaixada de Roma… e uma feroz antagonista da Maçonaria, que quase ódio que resulta de um trauma de infância.
Além de proporcionar uma leitura compulsiva, “O Ritual da Sombra” tem ainda a mais-valia dos anexos, onde os autores fazem um enquadramento histórico, aconselham sítios na internet, livros e revistas, e apresentam um glossário maçónico básico. Um livro a ler com interesse.
___________________
Eric Giacometti e Jacques Ravenne
O Ritual da Sombra
Publicações Europa-América, 20,90€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.