Um adolescente diferente


John Wayne Cleaver tem 15 anos e mora no pacato condado de Clayton. Ele sabe que o seu comportamento não é igual aos dos demais, adolescente, da sua idade. Ele é um sociopata, tal como o seu homónimo que foi um serial killer. A única maneira de viver e não dar asas ao monstro que vive dentro dele é respeitar as regras rígidas que foi criando desde dos seus 8 anos de idade, obrigando-se a: elogiar as pessoas e nunca lhes dar atenção, não se aproximar de animais; a lista é longa… Ele adora ajudar na funerária da sua mãe e da tia (irmã gémea). O fascínio pela morte e por toda a actividade dos maiores serial killers; que conhece muito bem, faz dele um expert na matéria. Quando uma série de assassinatos são perpetuados na vila, ele sabe que é o único que pode travar essa escalada e descobrir o assassino, mas afinal as coisas não são tão simples, mesmo ele não estava à espera do que ia encontrar. Quando localiza um vagabundo que ronda sempre umas bombas de gasolina perto do centro, ele apercebesse que ele também olha para as pessoas de modo diferente. John considere-o logo como o melhor suspeito e começa a seguir-lhe os passos. Quando o “suspeito” aborda o vizinho de John; um velhinho simpático, John sabe que algo vai acontecer, e não pode perder de vista o seu vizinho e o vagabundo. O que ele não está á espera é que o assassino afinal não é quem pensa ou melhor, não é o que pensa. Afinal a vila está a mãos não com um simples criminoso mas com um demónio. John sabe que o único que pode parar essa criatura é o monstro que ele em-murou durante tanto tempo. Será que John vai conseguir parar esse demónio sem perder todo o controlo sobre o monstro que vive dentro dele?
_____________
Dan Well
Não sou um serial killer
Contraponto, 16,50€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.