Francisco Perfeito Caetano | Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis



1. De que trata este seu livro "Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis. O Ensino Técnico Artístico no Porto Durante o Estado Novo (1948-10973)"?
R- Esta obra debruça-se, primeiramente, sobre a problemática do ensino técnico, por termos constatado ao longo dos anos, a diminuta abordagem sobre este tipo de ensino, especialmente sobre o ensino técnico artístico em geral e muito particularmente sobre o ensino técnico artístico no Porto durante o Estado Novo. Partindo do estudo geral sobre o ensino técnico, caminhamos para a análise detalhada do ensino técnico artístico particularmente no modus faciendi existente na Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis - Porto. Pensámos também, que a maneira de abordar a existência ou o nascimento de um estabelecimento de ensino, para além da sua origem seminal, foi o de saber perscrutar e entender um pouco onde essa escola se encontrava e estava implantada, ou seja, no nosso entender, a sua matriz identificadora interligou-se com a sua construção ao longo dos tempos enquanto “escola de artes”.
Realça-se, nesta obra, identicamente, as práticas pedagógicas diversificadas nos novos cursos de artes decorativas que foram ao longo dos anos lá ministrados, tanto na vertente diurna e nocturna, como na Secção Preparatória às Belas Artes. Urge, porém, compreender, quanto a nós, e disso trata particularmente este livro, quem foram as gentes de que ela (escola) se alimentou, digeriu e depois de uma longa e profunda deglutição, devolveu à sociedade, de preferência mais sábias, capazes e diferentes do que lá entraram. Saber, por fim, qual o contexto portuense em que a Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis existiu, nesses tempos de exaltação estadonovista, de entre os meados do século XX e o quarto de século que se seguiu (1948-73).

2. De forma resumida, qual a principal ideia que espera conseguir transmitir aos seus leitores?
R- Um conhecimento mais profundo sobre a problemática do ensino técnico em Portugal e sua importância no desenvolvimento económico e social do país, em particular do ensino técnico artístico em geral e particularmente o praticado no Porto na Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis, assim como realçar a importância que a Escola Soares dos Reis teve na região Norte do país nestes anos de Estado Novo.

3. O que teve de especial esta Escola para a colocar no centro da sua pesquisa?
R- Para além de, sobre desta temática, se ter escrito muito pouco e muito menos publicado, no caso da Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis o novo ensino apresentava-se simultaneamente técnico e artístico e onde manteve, porém, a alta exigência nas aprendizagens das técnicas e das tecnologias em todos os novos cursos, especialmente nas áreas das artes gráficas e na ourivesaria, verdadeiros ex-líbris da Soares dos Reis. Foi uma escola, em que a importância real e objectiva nestes 25 anos de Estado Novo foi por demais evidente, pois deu à sociedade onde esteve inserida: (1) Um conjunto de qualificados Criadores, Dinamizadores Culturais e Artistas Plásticos; (2) Foi uma evidência no ensino em disciplinas nas áreas da Educação Artística; (3) Teve uma importância relevante na indústria das Artes Gráficas; (4) Possuiu um grande “peso” na indústria do Mobiliário com Design; (5) E dos cinquenta e oito industriais do Ouro e da Prata da região do Porto, inquiridos por nós, 87,25 % afirmaram que pelo menos Um dos seus colaboradores teve ligação à Soares dos Reis entre os anos 40 e 70 do séc. XX. Por fim, e ainda sobre a importância do Ensino Técnico Artístico praticado na Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis referir que com base no catálogo da exposição “Levantamento Da Arte do Século XX No Porto” em 1975, de tão marcante manifestação cultural, dos 102 expositores, Artistas Plásticos escolhidos porque considerados e reconhecidos pelos seus pares, setenta e um artistas plásticos (69,61%) pertenceram como professores e alunos à Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis . E assim, efectivamente, a Escola Soares dos Reis deu um precioso contributo no desenvolvimento económico, social e cultural do Porto e Região Norte de Portugal entre os anos 40 e 70 do séc. XX e foi por tudo isto que a colocámos no centro da nossa pesquisa.
_________
Francisco Perfeito Caetano
Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis. O Ensino Técnico Artístico no Porto Durante o Estado Novo (1948-10973)
Editorial UP, 19,90€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.