Bruno Vieira Amaral | Guia para 50 Personagens da Ficção Portuguesa



1. Qual a ideia que esteva na origem desta obra?
R- Não foi propriamente uma ideia, foi a minha paixão por algumas personagens literárias, a vontade de escrever um livro sobre livros dirigido ao leitor comum e a descoberta, há uns anos, do livro Dicionário dos Lugares Imaginários.

2. Escolher 50 personagens não deve ter sido nada fácil e certamente havia, pelo menos, mais 50 a merecerem um espaço. Como conseguiu escolher e fechar o âmbito deste livro?
R- As dificuldades na escolha surgiram a partir das 25/30 personagens. A partir daí tive de conciliar o meu gosto pessoal com o critério da diversidade para não haver uma concentração em personagens de determinado autor ou de determinada época. Foi como um processo de recrutamento: escolhi em função do meu gosto e em função das características do livro que estava a escrever. Podia ter escolhido mais 50, é verdade, mas se assim fosse só responderia a este inquérito em 2014.

3. O seu livro será, entre muitas outras coisas, uma alavanca importante para levar mais leitores aos livros em que vivem as suas personagens?
R- Espero que sim, embora nem todas as obras aqui referidas tenham o mesmo valor literário. O importante é que os leitores percebam como estas personagens funcionam, como nos afectam e como se podem tornar tão reais sendo meras construções da imaginação.
__________
Bruno Vieira Amaral
Guia para 50 Personagens da Ficção Portuguesa
Guerra e Paz, 15,99€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.