João Teixeira Lopes | As Classes Populares


1-De que trata este vosso livro "As Classes Populares"?
R-O livro aborda os modos de vida, as práticas sociais e os constrangimentos materiais do universo das classes populares, que representa cerca de 2/3 da população portuguesa, percorrendo domínios como a distribuição do rendimento, o emprego, a educação, a mobilidade, a cultura, a alimentação ou a exposição à pobreza.

2-Como podemos caracterizar o modo de produção e reprodução das desigualdades em Portugal?
R-Existe uma forte dualização social no nosso país, concentrando riqueza num grupo restrito e pauperizando 2/3 da população. A desigualdade produz-se nessa assimetria, que tem nos cortes salariais, na privatização dos serviços públicos, na precariedade e na desregulação laboral alguns dos seus principais pilares. Reproduz-se, por outro lado, através da criação de um pensamento e de um senso comum conservador, que apenas permite às classes populares um entretenimento mercantilizado e sem produção de novidade e resistência (fazemos, a esse respeito, uma análise de um exemplo: a música pimba), prolongando a subordinação às ideias hegemónicas.

3-Em que sentido apontam as conclusões da vossa pesquisa: é inevitável esta situação continuar no futuro ou há alternativa?
R-O livro não faz previsões nem profecias...Mas lança pistas. Uma delas é o capítulo sobre "os dias loucos" entre o 25 de abril e o 1º de maio, pelo olhar da imprensa de então. Na História, há momentos de polarização, encruzilhada e bifurcação que mudam a vida.
__________
João Teixeira Lopes/Francisco Louçã/Lígia Ferro
As Classes Populares
Bertrand, 17,70€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.