Francisco Bethencourt | Racismos: Das Cruzadas ao Século XX


1-De que trata este seu livro «Racismos: Das Cruzadas ao Século XX»?
R- Trata do desenvolvimento de preconceitos relativos a descendência étnica combinados com ação discriminatória vistos no tempo longo, das cuzadas ao século XX. Está centrado no mundo ocidental, mas abre janelas comparativas com outras partes do mundo. Defende que o racismo não é inato, mas decorre de circunstâncias históricas precisas, onde o preconceito e mobilizado por projetos políticos de monopolização de recursos contra minorias (ou mesmo maiorias) étnicas.

2-Imigração, racismo, populismo, crise económica: que interligações lhe sugere a actualidade internacional?
R- Vivemos num período de transição para uma sociedade tecnológica onde a revolução da robótica e da nanotecnologia irão ter um enorme impacto no mercado de trabalho. Esta situação cruza-se com os desequilíbrios entre diferentes regiões do mundo que dão origem a enormes fluxos migratórios. A insegurança que se instala em diversos sectores da população dos países mais desenvolvidos e aproveitada por movimentos políticos de extrema direita para mobilizarem de novo preconceitos racistas.

3-Que temas ocupam, actualmente, a sua reflexão e podem vir a ser a base de um novo livro?
R- Estou a trabalhar num novo livro sobre desigualdade social no mundo, que me vai levar vários anos. Nos próximos dois anos estarei concentrada na história dos cristãos novos de origem judaica.
__________
Francisco Bethencourt
Racismos: Das Cruzadas ao Século XX
Temas e Debates  24,40€

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.