Guerra e Paz aposta no ensaio

A Arte da Guerra (Sun Tzu) e Memórias (Raymond Aron), são os dois primeiros títulos da mais recente colecção da Guerra e Paz: "Grandes Livros". A nova colecção tem o objectivo essencial de editar livros de ensaio fundamentais.
__________
No seu  arranque teremos duas obras que os editores qualificam como "muito distintas que vêm do passado, amenizando a ditadura do presente para ajudar a pensar o futuro".
A Arte da Guerra, um clássico sempre actual e as Memórias, um dos livros mais influentes do século XX, escrito por um dos raros intelectuais europeus.
Escrito há mais de 2500 anos, A Arte da Guerra é o mais conhecido tratado de estratégia militar do mundo, mantendo uma incrível actualidade pela possibilidade de adaptação das suas máximas e reflexões a qualquer campo de actividade humana em que haja situações de confronto.
O livro Sun Tzu ensina a vencer sem combater: na vida e nos negócios. Dividido em 13 breves capítulos, Sun Tzu estabelece as regras e estratégias para obter a vitória, sempre com a convicção de que a melhor abordagem é a ausência de combate.
Memórias de Raymond Aron é um livro essencial para quem se interessa pelas grandes ideias e políticas do seu tempo, um século de grandes mudanças. Através das suas memórias, que resolveu registar na sequência de uma embolia em 1977, seis anos antes de falecer, Raymond Aron, proporciona ao leitor uma extraordinária reflexão política, analisando aspectos como a ascensão do nazismo, a crítica ao comunismo e às suas ideologias, as estratégias e contra-estratégias da Guerra Fria, as guerras do Vietname e da Argélia, a descolonização francesa e a excessiva valorização do Maio de 1968.

Siga a "Novos Livros" por Email

A BIBLIOTECA

A BIBLIOTECA
(C) Vieira da Silva

Diga não ao cruel comércio da morte.