Diga não ao cruel comércio da morte.

Nuno Camarneiro | O Fogo Será a Tua Casa

1-O que representa, no contexto da sua obra, o livro «O Fogo Será a Tua Casa»?
R- Há em todos os meus livros algum tipo de continuidade – o trabalho sobre a linguagem, alguns temas (o medo, a religião, a definição do “eu”, etc) e um fundo melancólico misturado com o humor. Por outro lado procuro que cada livro seja um desafio e uma proposta diferente, que me obrigue a aprender e a testar novos instrumentos, que me ponha à prova e me leve a arriscar. Neste livro escrevo na primeira pessoa (como não tinha feito), exploro culturas diferentes e ficciono a minha própria vida. Talvez a minha formação científica me leve a rejeitar fórmulas, a encarar a literatura como um laboratório e cada livro como uma nova experiência.

2-Qual a ideia que esteve na origem deste livro?
R- Este livro surgiu de uma vontade de conhecer o mundo islâmico, uma realidade geográfica tão próxima e, ao mesmo tempo, tão distante do ponto de vista filosófico e cultural. A meu ver os conflitos civilizacionais das últimas décadas têm sido mal compreendidos, levando a extremismos, a simplificações ou a relativismos fáceis que pouco têm feito pelo conhecimento e uma eventual compreensão mútua. Nem somos a mesma coisa nem coisas contrárias, mas só o poderemos entender se nos estudarmos mutuamente. Este livro foi um esforço meu nesse sentido e espero que os meus leitores continuem e aprofundem esta curiosidade.

3-Pensando no futuro: o que está a escrever neste momento?
R- Este momento é para mim o mais feliz enquanto escritor. Tenho muitas ideias em potência, temas que me interessam, realidades diferentes e até formatos literários (conto, romance, reportagem?). Enquanto o próximo livro não começar a ser escrito será um pouco de todas essas coisas e planeio prolongar por mais algum tempo este prazer.
__________
Nuno Camarneiro
O Fogo Será a Tua Casa
Publicações D. Quixote   15,90€
Nuno Camarneiro na "Novos Livros" | ENTREVISTA