Diga não ao cruel comércio da morte.

Lucília Galha | Mãe, Porque Não Gostas de Mim?

1 - Qual a ideia que esteve na origem deste seu livro “Mãe, Porque Não Gostas de Mim?”?
R-A premissa que está na base deste livro tem a ver com o alegado incondicional amor de mãe, com a desconstrução de uma visão muito romântica da maternidade que ainda existe na nossa sociedade. A ideia era encontrar histórias em que este amor de mãe pode não existir e tentar explicar as razões pelas quais isto pode acontecer. Não é tão simples como existirem “boas” ou “más” mães. Quisemos, eu em conjunto com o editor, fazê-lo da perspectiva dos filhos para perceber que impacto e que consequências é que este “vazio” pode provocar na vida de uma pessoa. 

2 - Como jornalista, o que aprendeu com os testemunhos que integram este livro?
R-Que a realidade não é linear e que a bipolarização entre o “bom” e o “mau” nem sempre faz sentido. Que estas mães retratadas na terceira pessoa, pelos seus filhos, se calhar não tiveram condições para fazer melhor, para dar mais, pelas circunstâncias da sua vida. Que há mulheres que não nasceram para ser mães e não deviam ser pressionadas pela sociedade, ou pelos terceiros, para o fazerem. Que é possível ultrapassar, apesar de com muita mágoa, este vazio provocado pela falta do amor de mãe através de apoio profissional e de outras figuras importantes e que ajudem a colmatar essa lacuna.

3 - Sendo mãe, como espera que a sua filha venha a ler este livro daqui a uns anos?
R-Gosto de escrever e de reflectir sobre temas difíceis, duros, alguns mesmo tabus, porque me dão mundo, ajudam-me a pôr as coisas em perspectiva, me enriquecem enquanto pessoa e enquanto profissional. Espero que, quando tiver maturidade, a minha filha leia este livro com esta mesma visão e que a ajude também a ser e a fazer melhor. 
__________
Lucília Galha
Mãe, Porque Não Gostas de Mim?
Esfera dos Livros  12€