Apoie a Amnistia Internacional Portugal

José Alberto Salgado | O Cais das Incertezas

1-O que representa, no contexto da sua obra, o livro «O Cais das Incertezas»?
R- O livro «O cais das Incertezas» é, para mim, o romance que eu gostaria de ler e que não encontrei nas livrarias. Fui lendo-o ao escrevê-lo e gostei. No fim, voltei a relê-lo, e mesmo sabendo o que acontecia na página seguinte, não podia evitar uma lágrima no canto do olho.

2-Qual a ideia que esteve na origem desta obra: apenas uma história de amor improvável ou algo mais tendo por cenário a Lisboa do tempo da 2ª grande guerra?
R- Quis contar uma história que fosse de amor, que é indispensável para que fosse um romance, e situei-a naquele período, porque queria falar da Lisboa dos anos trinta: da noite do Cais do Sodré, do clima pesado que se vivia naquela altura; dos refugiados judeus - a quem Salazar abriu as portas – que esperavam por um visto que nunca chegava, etc. O resultado foi uma história de amor, cujo final espero que agrade aos leitores.

3-Pensando no futuro: o que está a escrever neste momento?
R- Ainda é um embrião e não posso prometer nada, mas estou a trabalhar no próximo, que terá como cenário a cidade luz, dos anos oitenta, do século passado.
__________
José Alberto Salgado
O Cais das Incertezas
Guerra e Paz  17€